Hibiscus, óleo de coco, goji berry: Bem Estar explica os alimentos milagrosos e suas funcionalidades

Alimentos milagrosos, vira e mexe eles aparecem por aí. Goji berry, hibiscos, será que realmente eles podem fazer diferença na nossa saúde?


O Bem Estar convidou a nutricionista Lara Natacci e o presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia Metabólica, Fábio Trujilho para falar sobre os alimentos milagrosos. Você já ouviu falar no bulletproof? A mistura leva café, óleo de coco e manteiga ghee. Quem toma diz que se sente muito bem. E a couve? Sabia que ela pode nos deixar mais fortes? E você, tem algum alimento que faz milagre?

 Mudança radical na alimentação em busca de efeitos imediatos pode trazer riscos à saúde

O que contribui para o ganho de peso? Os fatores que levam ao ganho de peso são a genética, a qualidade e quantidade de alimentos consumidos e o sedentarismo.

Metabolismo – O metabolismo vai ficando mais lento com o envelhecimento. Isso significa que quanto mais velhos ficamos, menos devemos comer, se quisermos manter o peso. Dr. Fábio Trujilho explica que 70% do gasto energético ocorre durante o metabolismo basal, mas que a genética influencia muito neste aspecto. A melhor forma de acelerar o metabolismo é ganhando massa magra, pois são os músculos que aumentam o gasto calórico e não os exercícios aeróbicos, como a maioria acredita. A atividade aeróbica auxilia neste processo, mas é a mais importante quando o objetivo é perder peso. Os homens costumam poder comer mais porque têm mais massa magra que as mulheres.

O metabolismo tende a ficar mais lento com o envelhecimento

 O metabolismo tende a ficar mais lento com o envelhecimento

Estratégias para perder peso – A conta é simples. Se você quer perder peso, tem que comer menos que o organismo gasta ou aumentar a quantidade de energia que ele consome. Só existem duas formas de fazer isso: comendo menos que o gasto calórico e aumentando o metabolismo com atividade física, de preferência musculação.

Alimentos que aceleram o metabolismo – Dr. Fábio Trujilho diz que os alimentos termogênicos podem ser usados, mas não garantem perda de peso. Apesar de muitos terem comprovação científica de que aceleram o metabolismo, não se sabe a quantidade que devem ser ingeridos para o corpo ter este benefício.

A mensagem da Lara e do Dr. Fábio sobre os alimentos termogênicos e que prometem vitalidade é: “Se você come ou bebe algo que acredita que dá disposição ou ajuda a emagrecer e sente-se bem com isso, continue. Mas saiba que o resultado de um corpo saudável só acontece com atividade física e alimentação balanceada e não exagere em nenhum desses alimentos”.

Lara ressalta ainda que muita gente gasta com “alimentos milagrosos” achando que só assim vai conseguir perder peso, quando poderia economizar comprando alimentos que também têm importantes propriedades nutricionais e auxiliam no emagrecimento e estão disponíveis nas feiras livres.

Dois alimentos milagrosos tem substitutos baratos que proporcionam a mesma função. São eles:

Hibiscus, diurético – Substituto: água de coco. Goji berry, vitamina C e auxiliar no sistema imunológico – Substitutos: morango, laranja, mamão e jabuticaba.

Precisa fazer uma dieta detox para eliminar as toxinas? Não. Basta uma alimentação saudável e água para o corpo eliminar naturalmente as toxinas. As toxinas são eliminadas através da urina e do fígado. São elas: a poluição, os medicamentos, resíduos de álcool e pesticidas que ficam na corrente sanguínea.

O metabolismo tende a ficar mais lento com o envelhecimento

 Médicos condenam a moda do bulletproof

Bulletproof coffee – Café com óleo de coco e manteiga ghee

Alegações – De acordo com Asprey, o inventor da mistura, a bebida é capaz de dar saciedade e acelerar o metabolismo, ajudando no emagrecimento e na queima de calorias. Outro ponto positivo seria o de melhorar a capacidade mental, já que a combinação é rica em ácidos graxos, como o ômega-3.

O que a ciência diz – A manteiga ghee é uma manteiga que separa a gordura dos elementos sólidos do leite. A manteiga é fonte de gordura saturada e a quantidade de ômega 3 é pequena, portanto não há evidências de que ela traga benefícios à saúde.

O exagero no consumo de alimentos com efeito termogênico pode levar ao surgimento de sintomas como dor de cabeça, tontura, insônia e problemas gastrointestinais. Hipertensos e indivíduos com problemas cardíacos devem ter cuidados aumentados, pois alguns desses alimentos fazem o coração trabalhar mais rápido.

Quanto ao café, a cafeína foi apontada em diversos estudos por seu efeito termogênico, mas a quantidade a ser consumida, bem como o efeito observado, é individual. Não se deve substituir mudanças de hábitos para controle de composição corporal e o consumo deve ser feito sob orientação profissional.

  • Write By: admin
  • Published In: Blog
  • Created Date: 2017-08-30
  • Hits: 258
  • Comment: 0
Tags:

Leave A Comment